Selected Artists

Colectivo Plasma

“Os espaços fundem no vazio” apresenta-se como a primeira manifestação deste coletivo. Um projeto que surge da procura por um espaço comum às práticas individuais de cada membro, permitindo a coexistência das perspetivas heterogéneas das mesmas. Neste espaço comum, manifestam-se estratégias de apresentação do próprio e do outro, bem como da sua inter-relação.
A escolha do linho como superfície e matéria principal de trabalho, transporta-nos para uma ideia de passado que se recupera e que, simultaneamente, se recria. Orientado por uma tradição do retrato, meio de representação capaz de estabelecer um diálogo intemporal, propõe-se uma relação entre as noções de relíquia e de herança.
Na tentativa de encenar uma memória comum, é a partir do cruzamento entre o simbolismo da própria matéria – tradicionalmente usada como roupa de cama – e a nova abordagem que nela se pratica, que se torna possível explorar a indistinção entre presente e passado.

“Os espaços fundem no vazio”, is the first manifestation of this collective. A project that arises from the search for a common space to the individual practices of each member, allowing the coexistence of their heterogeneous perspectives. In this common space, strategies for presenting oneself and the other, as well as their interrelationships, are manifested.
The choice of linen as the surface and main material of work, transports us to an idea of past that is recovered and that, simultaneously, recreates itself. Guided by a portrait tradition, a means of representation capable of establishing a timeless dialogue, a relationship between the notions of relics and inheritance is proposed.
In the attempt to stage a common memory, it is from the crossing between the symbolism of the matter itself – traditionally used as bedding – and the new approach that is practiced in it, that it becomes possible to explore the indistinction between present and past.

 

Colectivo Plasma

Portugal


Colectivo sediado no Porto, Portugal.
O Colectivo dedica-se à exploração de afinidades entre práticas artísticas e tem como objetivo a produção cultural. É composto por quatro membros – Beatriz Bizarro, Joana Torrinha, Maria João Ferreira e Sara Joana. A partir de uma ação conjunta anunciam-se novos estados e novas possibilidades de cruzamento entre elementos conceptuais e tecnológicos, que procuram combinar os diferentes estímulos transdisciplinares que compõe as investigações individuais dos seus membros.

 


Collective based in Porto, Portugal.
The Collective is dedicated to exploring affinities between artistic practices and has the cultural production as its objective. It is composed by four members – Beatriz Bizarro, Joana Torrinha, Maria João Ferreira and Sara Joana. From a joint action, new states and new possibilities of crossing between conceptual and technological elements are announced, seeking to combine the different transdisciplinary stimuli that make up the individual investigations of its members.