Selected Artists

Zyta Kaleta

A broad slogan requires a shortcut, which makes you think of the work as a poster.
I do not want to delve into history, national or family history – the cool objectivity of the researcher would be indicated here.
I tried to find the answer to the question:
What do we ALL experience?
What can we ALL remember about?
What don’t we remember, although we have probably ALL experienced it?
What memory helps us lead our lives?
I will not answer the question: whether? why? always? memory is a reference point.
I cannot.
We do not remember a gentle brush of the mother after birth – and yet we experienced.
We can recall the memory of a lover’s kiss.
The gentle brush at the end of life will remain unanswered.
The object is two white pieces with large fields embroidered with golden thread.
Quilted lips are treated quite literally, which can meet with a delicate, unexpected as a memory of the movement of the air. Their meeting is unobvious and intimate.
I hope my answer is universal.
I leave all the dilemmas related to the selected matter and technique – “today” I chose these.

Um slogan amplo requer um atalho, que o faz pensar na obra como um cartaz.
Não quero me aprofundar em história, nacional ou familiar – a objetividade fria do investigador estaria indicada aqui.
Tentei encontrar a resposta para a pergunta:
O que é que TODOS nós vivenciamos?
O que é que TODOS nós podemos lembrar?
O que é que não lembramos, embora provavelmente TODOS nós o tenhamos vivido?
Que memória nos ajuda a conduzir as nossas vidas?
Não vou responder à pergunta: se? porquê? sempre?
a memória é um ponto de referência.
Não posso.
Não nos lembramos de um toque suave da mãe após o nascimento – e ainda assim vivemo-lo.
Podemos lembrar a memória do beijo de um amante.
O toque suave no final da vida permanecerá sem resposta.
O objeto são duas peças brancas com grandes campos bordados com fio dourado.
Lábios acolchoados são tratados de forma bastante literal, que se podem encontrar com um delicado inesperado, como uma memória do movimento do ar. O seu encontro é pouco óbvio e íntimo.
Espero que a minha resposta seja universal.
Deixo todos os dilemas relacionados com a matéria e técnica escolhidas – “hoje” escolhi estes.

Zyta Kaleta

Poland / Polónia

b.1961, in Tarnów, Poland.
Obtained her master’s degree in art twice: in 1990 in the field of artistic education and 1992 in the field of artistic fabric at the Academy of Fine Arts in Poznań. Since 2012, she has been a doctor in the field of visual arts in the discipline of artistic design arts.
Lives in Koziegłowy, Poland.


n.1961, Tarnów, Polónia.
Obteve o grau de mestre em arte duas vezes: em 1990 na área da educação artística e em 1992 na área do tecido artístico na Academia de Belas Artes de Poznań. Desde 2012, é doutora na área das artes visuais na disciplina de artes do design artístico.
Vive em Koziegłowy, Polónia.